Páginas

quinta-feira, 23 de março de 2017

I Concurso Itamaraty de Composição Musical

O Ministério das Relações Exteriores (MRE), em parceria com o Ministério da Cultura (MinC) – por meio da Fundação Nacional de Artes (Funarte) – e a Academia Brasileira de Música, está com inscrições abertas, até 30 de junho, para o I Concurso Itamaraty de Composição Musical. 

O objetivo da seleção – que presta homenagem aos 50 anos do Palácio do Itamaraty, sede do MRE – é incentivar a produção de nova literatura musical. Serão premiadas duas obras, uma na categoria "fanfarra", no valor de R$ 15 mil, e uma na categoria "dobrado", no valor de R$ 20 mil. As obras vencedoras serão incorporadas ao Banco de Partituras de Música Brasileira da Academia Brasileira de Música e comporão a Coleção Itamaraty de Composição Musical.

Podem se candidatar compositores brasileiros, natos ou naturalizados, residentes ou não no Brasil. A obra deve ser inédita, sem adaptações ou arranjos de obras previamente apresentadas, ter duração de 3 a 5 minutos, para categoria fanfarra, e de 4 a 6 minutos para dobrado.

O resultado final será divulgado até 31 de julho nos portais da Funarte e da Academia Brasileira de Música. 

quarta-feira, 22 de março de 2017

Autores da biografia de Clementina de Jesus no MIS-PR

O Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) recebe nesta sexta-feira (24), às 19h, os autores da primeira biografia da sambista Clementina de Jesus para palestra e uma roda de conversa sobre a obra. O público poderá também comprar exemplares do livro no local. O evento é gratuito. 

Quelé – A voz da cor, título da obra, surgiu como um trabalho de conclusão do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo, com autoria de Janaína Marquesini, Felipe Castro, Luana Costa e Raquel Munhoz. Relata não somente a vida de um dos maiores ícones do samba, como também conta a história da música brasileira e dos saberes africanos redimensionados no Brasil. 

CLEMENTINA DE JESUS DA SILVA -

Filha dos escravos libertos Amélia Laura e Paulo Baptista dos Santos, Clementina de Jesus da Silva nasceu em 1901, na cidade de Valença (RJ), lugar que o leitor pode conhecer nas primeiras páginas do livro, enquanto se desenrola a saga da menina Quelé. A história nos leva até o Rio de Janeiro, no bairro do Grajaú, onde Clementina ganhava a vida como doméstica até encontrar, na antiga Taberna da Glória, o personagem decisivo para o início de sua vida artística - o poeta e produtor Hermínio Bello de Carvalho. Ele fez de Quelé a figura central do samba, que se revigora em meados dos anos 60 por meio de espetáculos como o emblemático Rosa de ouro. A narrativa acompanha todo o seu sucesso, até a sua morte, aos 86 anos. 

Serviço 
Quelé – A voz da cor – Biografia de Clementina de Jesus 
Dia 24 de março, às 19h 
Entrada gratuita 
Valor do livro: R$ 49,90 
Museu da Imagem e do Som do Paraná 
Rua Barão do Rio Branco, 395 – Centro – Curitiba 
Informações: (41) 3232-9113 
www.mis.pr.gov.br

segunda-feira, 20 de março de 2017

Dinos do Brasil, no Catavento

Sala de realidade virtual leva visitantes a uma experiência interativa pelo território brasileiro na era mesozoica

Museu Catavento, localizado no Palácio das Indústrias, no Parque Dom Pedro, região central da cidade de  São Paulo, ganhou uma novidade que vem encantando os visitantes: a nova sala Dinos do Brasil. Desenvolvida com tecnologia de realidade virtual em altíssima qualidade. 

A sala possui 100m² e ficará na seção Vida do Museu, com sete sessões diárias de 40 minutos de duração com capacidade para 25 pessoas. A bordo de uma cápsula do tempo e óculos 3D, o público faz uma viagem guiada pelas paisagens primitivas do Brasil, de norte a sul, nos períodos Triássico e Cretáceo.

Uberabatitan, Abelissauro, Unaissauro e Saturnália são algumas das espécies de dinossauros brasileiros que irão interagir com os visitantes, junto a outros animais pré-históricos, em meio a um passeio por florestas, desertos e áreas vulcânicas que, à época, faziam parte do relevo do território nacional.

A experiência multissensorial, que estimula visão, audição e senso de direção, é destinada não somente às crianças, frequentadoras assíduas do museu, mas também os adultos que apreciam história, tecnologia e games.

Os ambientes foram recriados digitalmente, além dos próprios animais. Também há simulação de como caminhavam, os sons que produziam e alguns comportamentos que apresentavam, como o de predação e “furto” de ovos.

sábado, 18 de março de 2017

Espetáculo: Vivo ele está – a história de um mártir

Vivo ele está apresenta a história de Jesus em diversos momentos de sua peregrinação: a tentação do deserto, a escolha dos doze apóstolos, os milagres relatados por seus seguidores, a conversão de Maria Madalena, além das angústias que sofreu até o momento de sua crucificação. 

Mas não se trata de uma obra religiosa. O espetáculo ressalta os aspectos revolucionários do personagem histórico a partir da estrutura dramática das paixões de Cristo, eventos tradicionais em diversas cidades do Brasil.

O autoritarismo político da época é personificado em Caifás, o Sumo Sacerdote do Templo, em Pilatos, o Governador da Judéia, e em Herodes Antipas, Rei de Israel, e pode ser comparado ao dos dias atuais. Com isso, a história do mártir adquire uma dramaticidade humana de caráter ecumênico. No elenco Cristhian Fernandes, Milene Haddad, Gustavo Rosa, Leonardo José, Jefferson Mascarenhas  entre outros. 

Sala Carlos Miranda – Complexo Cultural Funarte SP

(Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos)
Espetáculo: Vivo ele está – a história de um mártir

De 23 de março a 23 de abril
Sextas e sábados, às 20h30, domingos, às 19h30.
Ingressos: R$40 (meia-entrada: R$20)

Cartões não são aceitos.
A Bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.
Será fornecido um ingresso por pessoa.
Duração: 150 min. Classificação etária: livre.
Mais informações:
(11) 3662-5177

sexta-feira, 17 de março de 2017

Inscrições abertas para concurso de ajuda a bibliotecas públicas


Estão abertas até 14 de abril as inscrições para a 5ª edição do Concurso de Ajudas do Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas (Iberbibliotecas). 

A iniciativa visa consolidar as bibliotecas públicas como espaços de livre acesso à informação e à leitura, trabalhar pela inclusão social e contribuir para a qualificação da educação e do desenvolvimento. As propostas vencedoras receberão até US$ 18.100, em caso de projeto individual, ou até US$ 36.200, se for em nome de dois ou mais países integrantes do Iberbibliotecas. O valor total a ser investido é de US$ 181 mil.

Podem participar bibliotecas públicas e comunitárias dos países e cidades membros do programa: Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Espanha, México, Paraguai e as cidades de Buenos Aires (Argentina) e Medellín (Colômbia). Também podem se inscrever associações, redes e sistemas de bibliotecas públicas dessas localidades, além de organizações públicas e privadas que prestem serviços de biblioteca pública nesses países e cidades. A participação também é aberta a países não membros que apresentem um projeto conjunto com um país ou cidade membro. Entidades contempladas nas edições anteriores não podem participar. 

As inscrições podem ser feitas em espanhol ou em português e devem ser enviadas ao e-mail iberbibliotecas@cerlalc.org , com o assunto "Concurso de Ajudas 2017".